↑ Retornar para Textos

Jardins espirituais do cerrado

        Plantas medicinais do cerrado

          Foi no jardim do cerrado que busquei inspiração para a VIDA que acredito SER verdadeira. No cerrado virgem vi a beleza de DEUS, manifestada na TERRA. As ervas, flores, árvores, pássaros, insetos, tudo vivo, em harmonia, vivendo como deve ser.

         NÓS precisamos aprender o que a natureza tem para ensinar, devemos sentir e agir. A ALMA da natureza é quem nos cura, revigora e renova. A CURA é interna com vontade pessoal e externa no convívio com um ambiente natural.

          Quem não exulta num banho de CACHOEIRA, no passeio na mata, ao comer fruta madura, beber água da fonte, respirar o ar da montanha, ao meditar e contemplar a imensidão do CERRADO.

           PARAÍSO que sobrou, precisa ser preservado, vamos decretar moratória da terra, da água, das árvores, das ERVAS medicinais, do ar e dos alimentos.

            Preservar o cerrado é salvar vidas dos filhos, netos e pais, da fauna e flora, é a BIODIVERSIDADE que nos traz felicidade. A natureza é quem nos garante a tão desejada QUALIDADE DE VIDA, nos dá PAZ, calma, saúde, força para viver. O cerrado DOA, barú, pequi, caju, arnica, jatobá, velame, carobinha, mama cadela, jurubeba.

             Para termos vida digna de seres humanos, o preço a pagar é pequeno, o esforço é mínimo, basta deixar tudo como está. A natureza regenera, pois tem vida, o planeta terra respira, sente, exala, responde, é GAIA, a MÃE TERRA. O momento é agora, precisamos de todos em união.

              O cerrado de Pirenópolis encanta com a beleza das serras e morros, com as arvores tortas pela força da natureza. A água mineral desce nos córregos, fria para saciar a sede, um banho que purifica a alma, o corpo e a mente. A natureza do Rio das ALMAS,  parece que chama para um banho na hora do calor, para esfriar o corpo e renovar as energias.

               As Arnicas da serra dos PIRINEUS, quase extintas lutam para viver, junto com o barbatimão, os ipês, aroeiras, angicos e outras. E as frutas cagaitas, mangabas, cajuzinho, veludinho, gelol, alimento das maritacas, dos pássaros pretos, bicos de brasa, são tantos pássaros que moram por aqui.

                O que esta natureza tem que todo mundo quer? Por que todos querem morar aqui, sair de Brasília, Goiânia, São Paulo, Rio, Argentina, França, Itália, Espanha, Alemanha, são tantos lugares que não dá para falar.

Por que Pirenópolis ENCANTA. Que beleza atrai como imã as pessoas, sensíveis, que buscam viver, ter paz, saúde, alegria, segurança para criar os filhos. A resposta está no fundo da alma humana, precisamos nos reencontrar com Deus, precisamos de um caminho, junto da natureza, e aqui é um lugar onde isto é possível.

Autor Wellington Lee Schetinger